Gestão da Qualidade

O Sistema de Gestão da Qualidade do Hospital Santa Izabel (HSI) foi implantado em 1999, com o objetivo de aprimorar os serviços prestados pela instituição nas áreas de oncologia, cardiologia, reabilitação cardíaca, neurologia, otorrinolaringologia e ortopedia, e superar assim as expectativas das pessoas usuárias dos serviços prestados pela Instituição.

Alinhado à Visão, Missão e Valores da instituição, o Sistema de Gestão da Qualidade do Hospital Santa Izabel é formado por um conjunto de políticas, ações e programas que têm como foco a segurança da assistência e satisfação dos clientes. Isso é possível através do monitoramento da eficácia na assistência à saúde e do incentivo ao ensino e à pesquisa médica.

Como ferramentas, programas e processos utilizados pelo Hospital Santa Izabel, vale mencionar a Acreditação Hospitalar, o Gerenciamento de Risco, Programa de Prevenção e Controle de Infecções, Núcleo de Atendimento ao Cliente, Painel Estratégico, Painel de Indicadores (Gestão à Vista), Programa de Humanização da Assistência à Saúde e as ações de Hospitalidade.

Comissões

No Hospital Santa Izabel, a prioridade é garantir a segurança dos pacientes em todas as etapas do diagnóstico e tratamento, assim como a busca incessante de condições para que a equipe multidisciplinar possa prestar uma assistência com qualidade.

Foram criadas 12 Comissões especiais, compostas por profissionais das diversas áreas e especialidades do hospital, que reúnem-se periodicamente para discutir questões variadas, sempre focadas no interesse do paciente.

Entre elas, estão:

  • Comissões de Controle de Infecção Hospitalar;
  • Gerenciamento de Riscos, Análise de Óbitos e Biópsias;
  • Revisão de Prontuários;
  • Padronização de Materiais e Equipamentos;
  • Farmácia e Terapêutica;
  • Cuidados Paliativos;
  • Transplante de Órgãos e Tecidos;
  • Humanização;
  • Comitê Transfusional.

As reuniões normalmente acontecem mensalmente e as decisões e sugestões são encaminhadas para as coordenações das áreas assistenciais e administrativas operacionalizarem.

No sistema estruturado do Hospital Santa Izabel, a identificação de possíveis situações com risco potencial para o paciente (como queda do leito, erro de medicação, fuga), são notificadas de imediato aos familiares e profissionais de saúde. Com isso, medidas preventivas são adotadas prontamente, garantindo que a nossa meta de cuidar de vidas, com qualidade, seja sempre alcançada.